Junior Mascote

Sandro Régis rebate declarações de Coronel: O senador sofre do mal da memória seletiva

08/4 Sandro Régis rebate declarações de Coronel: O senador sofre do mal da memória seletiva

O deputado estadual Sandro Régis (DEM), líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), rebateu nesta quinta-feira (8) as declarações do senador Angelo Coronel (PSD) sobre o presidente nacional do Democratas, ACM Neto, e disse que o parlamentar “sofre do mal da memória seletiva”.

Régis afirmou que Coronel, como presidente da CPI Mista das Fake News, deveria dar o exemplo e não divulgar notícias falsas. Entre outras declarações, Coronel disse que Neto está mal nas pesquisas, e que por isso não faz críticas públicas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O deputado, por sua vez, pontuou que ACM Neto sempre destacou sua posição de independência em relação ao governo Bolsonaro e que nunca indicou cargo sequer ao presidente da República. O líder da Oposição frisou que os ministros Onyx Lorenzoni e Tereza Cristina, ambos do Democratas, foram escolhas pessoais de Bolsonaro, não indicação de ACM Neto.

“O senador sofre do mal da memória seletiva. Agora, o senador é um crítico de Bolsonaro, mas recebeu R$ 40 milhões de verba do governo federal, segundo foi amplamente divulgado pela imprensa. Então, me parece que é ele próprio quem quer as benesses do governo”, alfinetou.

Régis pontua que as críticas de Coronel ocorrem após a divulgação recente da primeira pesquisa para a sucessão estadual, que coloca Neto na liderança, com folga, para o segundo colocado, o senador Jaques Wagner (PT). “Só espero que essas críticas não sejam por medo da liderança de Neto”, ironizou. “E quero lembrar também que, se Coronel é hoje senador, muito se deve à articulação de Neto e Bruno Reis para sua eleição para presidente da ALBA”, finalizou.

Contador de Cliques



Deixe um comentário:



Captcha


TV Mascote