Junior Mascote

Polícia Civil prende homem acusado de cyberstalking

07/5 Polícia Civil prende homem acusado de cyberstalking

Policiais civis de Barra do Rocha deflagraram a OPERAÇÃO GASLIGHTING, que deu cumprimento a mandados de busca e apreensão em 5 endereços nos municípios de Barra do Rocha, Itagibá e Ipiaú e culminou com o indiciamento do autor de uma imensa variedade de crimes utilizando a rede mundial de computadores. Para cometer os crimes, o investigado fez uso de mais de 15 linhas telefônicas cadastradas em nomes de terceiros, que não tinham conhecimento que seus CPFs estavam sendo utilizados e, muito menos, que estavam usados para cometer ilícitos. A principal vítima cuja ocorrência policial deu início às investigações, durante meses sofreu tortura psicológica, recebendo de forma reiterada mensagens com teor ofensivo, que foram desgastando sua autoestima e acabando com sua confiança em si mesma, transformando-a num punhado de dúvidas e medos. Com o tempo, tais mensagens desabonando sua imagem começaram a ser enviadas para seus familiares, inclusive até mesmo a sua filha de 8 (oito) anos recebeu e foi alvo de ameaças por parte do agressor. O que a vítima não poderia imaginar é que o homem com quem havia se casado há menos de 2 (dois) meses, era o autor do cyberstalking. O criminoso, durante meses, através de números diversos, enviava mensagens ofendendo a honra e diminuído a vítima, ao mesmo tempo que enviava mensagens colocando-se objeto de desejo, fazendo assim uma confusão na cabeça da vítima, que passava a dar a mais valor ao investigado, já que, em tese, enquanto ela estava sendo humilhada, seu marido estava sendo exaltado. A maioria das mensagens fazia menção a relacionamentos passados da vítima (principalmente com um edil da cidade), enquanto outras diziam desejar o investigado e que tomariam ele da vítima. O criminoso, rotulado pela psicologia como Perverso Narcisista, teve audácia tamanha, que chegou a utilizar CPFs dos padrinhos de seu casamento e até mesmo do Pastor que celebrou a cerimônia, além do CPF de outras vítimas. Durante da investigações, a equipe da DT de BARRA DO ROCHA também descobriu que o investigado era autor de ao menos um dos vídeos difamatórios que circularam na cidade no presente ano, onde eram atribuídas qualidades depreciativas a membros da academia onde o investigado trabalha, sendo que, para não ser considerado suspeito, no vídeo ele veiculou a própria foto com o dizer “corno”, alegando que a esposa o traia.

Fonte: Polícia Civil

A expressão cyberstalking é oriunda da palavra em inglês stalk que significa perseguir. Semanticamente, consiste no uso de ferramentas tecnológicas com o objetivo de perseguir ou assediar uma pessoa. É a versão virtual do termo stalking, conceituado como o comportamento de perseguição e/ou ameaças repetitivas contra uma pessoa e que podem ser manifestados por meio de ações como: seguir a vítima em seu trajeto, aparecer repentinamente em sua casa ou local de trabalho, realizar ligações telefônicas inconvenientes e até mesmo invadir a residência da vítima. Pode incluir também alegação de falsas acusações, monitoramento, ameaças, roubo de identidade, dano a dados ou equipamentos, solicitação de sexo a menores de idade ou aquisição de informações para uso prejudicial.

Contador de Cliques



Deixe um comentário:



Captcha


TV Mascote