Junior Mascote

Poesia com Raiana Soares: Humanidade

30/11 Poesia com Raiana Soares: Humanidade

Impotência

É essa a definição do que me dói

É a impotência diante da vida

Diante dos problemas e injustiças

Eu que me olho no espelho e vejo dor

Eu que tanto corro, sempre corri,

Hoje me vejo deitada

Não tranquila e descansada

Mas totalmente sugada

E desesperançada

Eu já fui outra pessoa

Até melhor

Já vi a beleza nas pessoas

Hoje olho e já procuro maldade

E sempre sempre encontro

Já não confio no meu próximo

Por mais próximo que esteja ou seja

Já não existe sangue

Ou juras de eternidade

Todo mundo se corrompe

É o carma da humanidade

Me olho no espelho e me vejo humana

Como todos que me feriram

E isso dói

Vejo em meus olhos uma chama

De justiça e de ódio

De raiva e de bondade

Dual como tudo no mundo

Mais uma... Na humanidade

Raiana Soares

Contador de Cliques



Deixe um comentário:



Captcha


TV Mascote