Junior Mascote

O Rio das Contas em sua Cerimônia do Adeus – Trágico Recorte da Memória

15/10 O Rio das Contas em sua Cerimônia do Adeus – Trágico Recorte da Memória

Jequié, 123 anos de emancipação política e história. A história pertence ao povo, e não aos mandatários do poder; a história de Jequié pertence à sua coletividade, e não aos prefeitos criminosos. E por isso, sempre ousamos em divulgar fatos, acontecimentos, recortes, traços e narrativas que construíram e constroem a história da cidade fundada por José de Sá Bitencourt: Jequié; nesses longos e sofridos 123 anos (1897 -2020. Rio das Contas, tu já não és mais o mesmo. Os maus prefeitos ( quantos são?), no exercício de práticas criminosas na administração pública, deixaram-te de lado para cuidar de interesses próprios e também de coligações partidárias mais criminosas ainda; os maus administradores que se sentaram na tua cadeira número 01, a cadeira do poder máximo, só se lembraram de ti (quando se lembraram) em época de campanha e nos debates sobre administração municipal, para enganarem os eleitores esperançosos e desavisados. Mas tão logo venceram, o caminho do esquecimento foi destinado a ti, como sempre. Hoje tu morres aos poucos; hoje, entre lixo, esgotos, dejetos humanos, resíduos industriais e comerciais e outras matérias deterioradas e apodrecidas, já preparas a tua cerimônia do Adeus. A tua Fúnebre Cerimônia. Mas a tua morte lenta e agonizante poderá ser vingada um dia. Será amanhã? Será depois de amanhã? Será em um dia de 2021? Quem sabe! Mas esse fúnebre dia virá. Tragédias e vendavais deverão se abater sobre esta terra. A natureza nunca deixou de se vingar contra aqueles que a maltratam; a vingança da natureza pode demorar, mas o dia de sua ira terrível virá. Rio das Contas, de rio da vida a rio da morte; de rio do orgulho jequieense a rio da vergonha jequieense. Trágico recorte da Memória nesses 123 anos de emancipação política e história da Cidade Sol.

Professor Jorge Barros

Contador de Cliques



Deixe um comentário:



Captcha


adriano Sexta-Feira, 16/10 às 10:10
Colocação forte e perfeita professor! Tudo que pessoas de bem que conheceu as maravilhas do areão do velho Rio das Contas, com sua água limpas e produtivas sabe como é triste ver a situação deprimente que se encontra ele. O poder público e parte da população viraram as costas para este importante rio, que poderia ter sido aproveitado de todas as formas para o desenvolvimento de Jequié. Sim... breve chegará a conta.

TV Mascote