Junior Mascote

CÂNCER DE MAMA: Bahia registra 96 mil mamografias de janeiro a abril de 2022

01/7 CÂNCER DE MAMA: Bahia registra 96 mil mamografias de janeiro a abril de 2022

Temido por muitas mulheres, o câncer de mama pode ser prevenido e tratado com altas chances de sucesso quando detectado precocemente.  O Ministério da Saúde recomenda a realização da mamografia de rastreamento para as mulheres na faixa etária entre 50 e 69 anos, a cada dois anos. Na Bahia, já foram realizadas 96 mil mamografias nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS). 

Destes exames, mais de 11 mil apresentaram risco elevado e as mulheres terão de fazer exames complementares. 

De acordo com dados do Sistema Nacional de Câncer (SISCAN), nos primeiros quatro  meses de 2022, foram mais de 977  mil exames realizados em todo o país. Para quem foi diagnosticado, o SUS dispõe de 317 unidades e centros de assistência habilitados no tratamento oncológico.

Entre 2020 e 2021, o Ministério da Saúde investiu mais de R$ 196,7 milhões em 4,5 milhões de exames de mamografia para rastreamento e diagnóstico da doença e aplicou mais de R$5,7 milhões em 6,5 mil reconstruções mamárias e destinou mais de R$ 10,5 milhões em 25,1 mil cirurgias para o tratamento de câncer de mama. 

Fonte: Brasil 61

Contador de Cliques



Deixe um comentário:



Captcha