Que Brasil você quer pra o futuro?

Terça-Feira, 30/01/18





A Rede Globo de Televisão, pra não variar (ou pra variar), está fazendo um grande apelo patético aos brasileiros: Em sua cidade, posicione-se em um lugar estratégico e peça para que alguém filme suas reivindicações de um novo Brasil. E ainda pede que a filmagem seja feita com o celular na posição horizontal. Não resta a menor dúvida de que é uma campanha inútil; vazia por si só. Este evento jamais sensibilizará a Classe Política-Bandida que nos governa. Há anos justas reivindicações vem sendo feitas e os resultados são insignificantes, pífios. Eis as provas: continuamos com uma educação de péssima qualidade, excludente e sem perspectivas; a saúde dos brasileiros cada vez mais na UTI; a violência num processo de metástase e causando intranquilidade aos cidadãos de bem que pagam os seus impostos religiosamente; partidos políticos que se tornaram organizações sofisticadas de bandidos-políticos; a corrupção na política brasileira assombra o mundo ocidental e o mundo oriental; a impunidade para a maioria dos políticos que assaltam os cofres públicos é oficial; um judiciário caríssimo, conivente com um monte de políticos-bandidos, e que torra o dinheiro público de uma forma debochada, escrachada; uma câmara federal que custa mais de oitenta e sete bilhões de reais por ano; um senado também caríssimo e repleto de senadores criminosos; um executivo que se mantém através de conchavos, trapaças e acordos escusos com o legislativo, empresários, doleiros, empreiteiras e com outras águas sujas e turvas que se aproveitam da democracia da coalisão em um sistema político podre como o nosso. Eis o melhor apelo que a Rede Globo de Televisão deveria fazer: Brasileiros, chega de reivindicar um Brasil melhor e nada mudar; chegou a hora de cercar Brasília e promover as mudanças necessárias. Elas só virão pela organização da resistência e pela mobilização das massas. Brecht aconselhava: Não se deve pedir aos opressores que tenham piedade dos oprimidos. Deve-se pedir aos oprimidos que confiem em si mesmos e reajam; que lutem sem parar até às últimas consequências.

Professor Jorge Barros

Jorge Barros

Jorge Barros

Professor da UESB, poeta, ator e agitador cultural


Deixe um comentário:



Captcha


Renne Souza Hoje, 04/02 às 08:02

Quero um Brasil educado ,na arte e na mina Sem corrupção e desigualdade Sonho de menino e menina Um Brasil de verdade ,sem intervenção de terceiro Onde a comunicação e a liberdade Torne-se realidade Para todos os brasileiros
» Responder