Por que é importante reciclar

Hoje, 12/06/19

Um dos assuntos que tem se popularizado bastante atualmente é a importância da reciclagem. Junto com um movimento maior de conscientização de parte da população a respeito da importância de preservar o meio ambiente e cuidar de sua sustentabilidade. Nos dias de hoje, pode-se dizer que o plástico é um dos grandes vilões do ambiente, e grande poluidor dos oceanos. E o maior problema é que os resíduos plásticos podem ser encontrados em praticamente todo o planeta, até nas áreas mais remotas.

Pesquisadores já indicaram que o plástico demora cerca de 400 anos para se decompor completamente. No entanto, durante esse tempo ele é deteriorado e suas partículas acabam se espalhando com mais facilidade, principalmente nos oceanos. Além disso, pesquisas recentes revelam que a poluição por plástico marinho causa prejuízos de até US$ 2.5 bilhões ao mundo, por ano.
Os problemas que envolvem o plástico
Além do uso excessivo, outro problema é o descarte de plástico. De todo o plástico utilizado e descartado no planeta, apenas 10% é reciclado propriamente. O resto é jogado em aterros, que muitas vezes já estão superlotados, e acabam sendo depositados no mar. Consequentemente, entram na cadeia alimentar dos animais marítimos. Especialistas alertam que, se nada for feito para mudar este cenário, até 2050 haverá mais lixo do que peixes nos oceanos.

O alerta é sério e grave. Por isso é tão importante recorrer a alternativas de utilização e redução do uso do plástico, como reciclagem. Muitas pessoas já adotaram hábitos mais sustentáveis na rotina, como a separação do lixo. Mas ainda há um grande trabalho de conscientização necessário, a respeito do uso único de plástico. Nos mercados, por exemplo, a quantidade de alimentos embalados em plástico ainda é enorme.
As alternativas possíveis ao uso único do plástico
Felizmente muitos estabelecimentos já se conscientizaram sobre a importância da redução do uso do plástico, e tem adotado práticas de desperdício zero. Trata-se de uma filosofia baseada em recusar o que não é necessário, reduzir, reutilizar, reciclar e decompor. O conceito, que é geralmente aplicado individualmente, tem tomado conta de diversos estabelecimentos, que já sugerem alternativas para os clientes.

Entre eles, a troca de sacolas plásticas por sacolas de papel ou reutilizáveis. Muitas lojas também permitem que seus clientes levem as próprias embalagens de casa para comprar grãos, sementes, e alimentos secos. E os próprios estabelecimentos tem mudado a forma de embalar os seus alimentos. Frutas e legumes que muitas vezes estão envoltos em folhas de plástico, hoje já são exibidas naturalmente nas prateleiras.

Mesmo com todas essas ações práticas, a mudança realmente começa com a mudança de pensamento, que gera mudança de atitudes. Só assim as ações viram hábitos, e se espalham com mais facilidade. Por isso é tão importante que haja conscientização cada vez maior da população sobre a importância de pequenos atos, que vão desde a reciclagem, até a redução do consumo em geral. Com pequenas atitudes, é possível ver uma grande mudança e melhora no meio ambiente.

Deixe um comentário:



Captcha