Poesia com Raiana Soares

Quinta-Feira, 17/05/18

Incertezas...

As incertezas
São minhas melhores companhias
Nem tudo precisa de um
Ponto final.
As vezes vale bem mais
Uma reticência…

Acredito no incerto
Um ambiente aberto
Inseguro, íngreme
Misterioso
Onde tudo pode, ou não,
Acontecer...

Não entendo a certeza.
Que fecha.
Que tira a magia
Da simples fantasia
Do existir
Ou não…

Que tudo seja aberto…
Que haja sempre possibilidades
Que o mundo seja
O momento antes de abrir a caixa
Onde o gato está ao mesmo
Tempo vivo e morto...
Talvez, eu tenha na verdade
Medo de abrir a tal caixa
E notar o gato morto.
Então eu não abro.

Sou um poço de curiosidade
Só que não gosto
Das absolutas verdades.
Eu me perco mesmo
É viajando entre as possibilidades

Raiana Soares

Deixe um comentário:



Captcha


Neto Sexta-Feira, 18/05 às 09:05

Linda! Por dentro e por fora. Parabéns!!
» Responder

Jose carlos Quinta-Feira, 17/05 às 09:05

Parabéns linda poesia. Vc tem muito talento continue com a poesia, a poesia faz bem ao mundo.
» Responder