Justiça suspende liminarmente aumento de salário dos vereadores de Ilhéus, em Jequié continua na mesa do prefeito

Quarta-Feira, 11/01/17

Câmara de Ihléus.
A Justiça da Bahia suspendeu o aumento do salário dos vereadores da cidade de Ilhéus, localizada no sul do Estado, cujo vencimento passaria, a partir desse mês, de R$ 10.021,17 para R$ 12.825,00. A decisão foi tomada na sexta-feira (6) pelo juiz eleitoral Guilherme Vieito Barros Junior, após uma Ação Popular movida por um ex-vereador do município. A decisão cabe recurso. Em Jequié a situação é semelhante, os vereadores votaram pelo aumento do salário, o projeto está no gabinete do Prefeito Sérgio da Gameleira aguardando ser sancionado, ou não. Caso o prefeito não assine, o projeto volta para ser votado pela Câmara e se aprovado será promulgado sem que seja necessária a assinatura do Prefeito. O aumento é permitido a cada 4 anos.

Deixe um comentário:



Captcha


claudionorjr Hoje, 12/01 às 14:01

Este assunto não deve deixar de ser cobrado conclamo a todos para a cobrança em regime de emergencia para que não seja pago nem o primeiro salario com esse aumento abusivo esperamos do homem do biscoito atitude se quer moralizar tem que revogar esse resquisso de maldade deixado pelos gestores passado
» Responder

SQUAX Quarta-Feira, 11/01 às 23:01

Sérgio, refuga logo esses aumentos e vira logo essa página pra quetar com as especulações que já está desgastando sua imagem como gestor.
» Responder

jose carlos Quarta-Feira, 11/01 às 16:01

A justiça da Bahia tem fazer o mesmo em Jequié. Os vereadores de Jequié não merece nem salário 500,00 reais pois eles não fazem nada.
» Responder

Nilton Koenigkan Quarta-Feira, 11/01 às 14:01

É algo para ler e sorrir sozinho, porque me traz a lembrança diversos fatos em Jequié, que parece que para esses tipos de pessoas, a justiça fica de olhos fechados!
» Responder

Santos Quarta-Feira, 11/01 às 12:01

Com um prefeito imoral que ganhava sem trabalhar como vice da gestão mais corrupta da história de Jequié, e que quer empurrar tributos pra população ao invés de cortar os cargos comissionados e gastos da prefeitura; além de um presidente da câmara interessado em enriquecer com sua função pública sem compromisso com seu eleitor e sua herança, vou buscar o modelo de ação ajuizada em Ilhéus já! Difícil esses canalhas recuarem dos seus aumentos e basta 5 minutos de sessão pra passar de novo (talvez menos?). Acorda Jequié!

carla Quarta-Feira, 11/01 às 03:01

ISSO É UMA VERGONHA, CHEIO DE PUXA SACO.
» Responder