Jequié receberá estudantes de outros municípios para lançamento de coletânea literária nacional

Hoje, 07/11/19

No dia 13 de novembro Jequié receberá estudantes, professores, secretários de educação e mais autoridades do município e de outras regiões para uma grande festa literária. Trata-se do lançamento da décima primeira coletânea literária reunindo os melhores textos dos estudantes participantes de um projeto de leitura, projeto Ler é Bom, Experimente, nas escolas de várias regiões do pais. O evento será às 14h no Auditório Waly Salomão, na UESB e contará com a presença do escritor Laé de Souza e de 59 estudantes que irão autografar o livro As melhores histórias dos projetos de leitura – Volume 11. O livro contém um poema do escritor Laé de Souza e textos e histórias infantis de jovens escritores, de 8 a 17 anos, de Aurelino Leal-BA, Condeúba-BA, Cordeiros-BA, Jacaraci-BA, Jequié-BA, Manoel Vitorino-BA, Conceição do Mato Dentro-MG, Icaraí de Minas-MG, Lagoa Seca-PB, Cananéia-SP, Ferraz de Vasconcelos-SP, Guarujá-SP, Iperó-SP, Osasco-SP, Santa Gertrudes-SP, Santo André-SP e São Paulo-SP, sendo quinze estudantes de Jequié. Há dezenove anos escolas de todo o país participam do projeto “Ler é Bom, Experimente!” que é desenvolvido pelo Grupo Projetos de Leitura, com aprovação do Ministério da Cidadania – Secretaria Especial da Cultura com o objetivo de incentivar a leitura e criatividade de estudantes de escolas públicas. Todos os alunos participantes do projeto receberam exemplares dos livros “Acredite se quiser!” e “Quinho e o seu cãozinho – Férias na fazenda”, de Laé de Souza, para leitura, discussão dos temas propostos nas obras, adaptação para teatro, exercícios e outras atividades, culminando com a criação de um texto para participar do concurso literário. Os melhores trabalhos foram premiados com livros e participam da coletânea junto com estudantes de várias regiões do Brasil. As atividades do projeto nas escolas de Jequié que tiveram os textos selecionados foram coordenadas pelas professoras Adriana Almeida Barreto, Benaia Louzão Peixoto, Débora S. S. Aguiar, Helane de Almeida Raimundo, Rita Cristiane Bispo Barros, Joilma Reis Trindade, Lissandra Tavares Moreira Calais, Ludimila Silva Leite, Maria Geane Pereira Evangelista, Patrícia Barros Santos e Rita Cristiane Bispo Barros, que receberam uma cartilha pedagógica para auxiliar a executar as atividades dentro da sala de aula. Tiveram os seus textos selecionados os alunos Renata Oliveira Santos, Cassiane Souza Ferreira, Daniel de Jesus Dias, Abraão Teles Nascimento, Maria Clara Santos Passos, Amanda Rebouças de Adorno, Erick Brito Pereira, Erick Fabio Silva Brito, Thauany Ayana Ribeiro Santos, Kézia Santos Guedes, Laura da Hora Bonfim, Luiza Fonseca Lima, Álvaro Gabriel Mota de Queiroz, Andreza Costa dos Santos e Elisa Clara Silva Luz, das escolas Centro Ed. Min. Simões Filho, Centro Educacional Presidente Médici, E.M. Dr. Joaquim Marques Monteiro, E.M. Dr. Joel Coelho Sá, E.M. Jornalista Fernando Barreto e E.M. União do Povo.
Para o coordenador do trabalho, o escritor Laé de Souza, a ideia é atrair todos os estudantes para uma participação ativa em um movimento literário na sua própria escola. “A disseminação da leitura na sala de aula, se bem orientada, poderá criar novos cidadãos apaixonados pela leitura e com vontade própria de ler. O professor é nosso parceiro e assume conosco a empreitada de fazer o aluno descobrir o prazer da leitura”, diz o escritor.

Deixe um comentário:



Captcha