Coelba instala medidores de energia nos quiosques da Praça Ruy Barbosa

Sexta-Feira, 11/01/19

A COELBA vem instalando os padrões de entrada de energia em todos os quiosques existentes no espaço comercial. No ano passado, a administração municipal implementou medidas de economia no local. A Prefeitura de Jequié pagava cerca de R$ 15.000,00 mil reais (quinze mil reais), por mês, no consumo de água da Praça Ru Barbosa. Hoje essa conta é de cerca de R$ 1.500,00 reais (um mil e quinhentos reais). O secretário de Serviços Públicos, Renê Andrade, explicou que a administração pública tem buscado medidas de contenção de gastos, desde o começo da gestão, quando implementou diversas medidas para evitar o desperdício, diminuir o consumo e otimizar o uso de água nos prédios públicos e com a individualização dos hidrômetros dos boxes do Centro de Abastecimento Vicente Grilo (CEAVIG). As ações de otimização dos recursos públicos já geraram uma grande economia para os cofres públicos. No CEAVIG, a conta de água deixada sem pagar pela gestão passada, relativa aos anos de 2015/2016, chegou ao valor de R$ 480,000 mil reais (quatrocentos e oitenta mil reais), sendo uma única conta mensal no valor de R$ 39.800,00 (trinta e nove mil e oitocentos reais). Agora, com a individualização dos registros de água e a readequação do uso da água dos boxes, o consumo de água gera uma conta de R$ 148,00 (cento e quarenta e oito reais) ao mês, o que comprova a eficácia das atitudes de contenção, controle e moderação com os gastos públicos no município.

Deixe um comentário:



Captcha


Vida boa quiosqueiros Sábado, 12/01 às 09:01

Esses quisqueiros 98 % são " peixes" de gente da prefeitura e apadrinhados por secretário. Anteriormente fui mais de 30 vezes na prefeitura solicitar um espaço público para colocar uma novidade de forma organizada e dentro de todas as exigências, e o antigo secretário de infraestrutura estrutura um hora dizia que não estava lá,outra em reunião enfim desistir de tanta humilhação, lembrando que neste período havia pessoas colocando comércio na praça do viveiro, fazendo gato de energia, desorganizado e eles fizeram vista grossa...Como eu sou uma pessoa direita e honesta e gostosa de pagar meus impo6 fiquei fora....Simplesmente a pessoa que quer colocar um pequeno comércio dentro da lei não acha solução...Foi o que passei e acredito que muitos que não são apadrinhados não conseguem....
» Responder

tiago Sexta-Feira, 11/01 às 14:01

Tem que cobrar mesmo, pois eles cobram caro de nós que frequentamos a praça, pra vocês terem uma ideia, um acarajé na praça é vendido por R$ 8,50 enquanto nos bairros é R$ 6,00 então eles tem que pagar água e luz sim, já que não tem nenhuma despesa. E outra, eu soube, que eles quando saem alugam os quiosques que nem são deles. O aluguel custa 2.000,00 a prefeitura deveria fiscalizar isso. O certo era abrir sorteio para todo mundo ter uma chance de trabalhar ali.
» Responder

Alex Miranda Sexta-Feira, 11/01 às 13:01

Como foi possível que aquelas pessoas ficassem explorando os kioskes da praça sem participar de um certame público e sem pagar sequer a energia que consumiram? Haja privilégio... É necessário que exista licitação para exploração de bens públicos e que todos tenham acesso. Chega de privilégios!
» Responder

Carlos Coqueiro Sexta-Feira, 11/01 às 11:01

A FONTE LUMINOSA, DESEJO DE MUITAS CIDADES PELO BRASIL AFORA, CONTINUA IMUNDA E SEM FUNCIONAR. QUE DESLEIXO ESTA PREFEITURA, QUE ACHOU O EQUIPAMENTO COMPRADO, INSTALADO E NÃO CONSEGUE DAR MANUTENÇÃO A ESTE ÚNICO DELEITE DAQUELA PRAÇA. A ILUMINAÇÃO É UM "DEUS ME LIVRE". CONTINUAM AQUELAS LUZES AMARELAS HORROROSAS NA ERA DO LED BRANCO BRILHANTE. POBRE CIDADE POBRE.
» Responder

Antenado Sexta-Feira, 11/01 às 11:01

Usam a praça e não molham sequer a grama que circula cada quiosque.Vamos ver se agora com maior custo, fazem algo para atrair clientes....
» Responder

revoltado Sexta-Feira, 11/01 às 11:01

Essa praça tá uma vergonha.
» Responder

Justo Sexta-Feira, 11/01 às 08:01

Isso deveria ser desde o início, é por isso que existe com coerência desleal o cara não paga luz e água,tudo na mamata e quem paga e Tem mais qualidade fica no prejuízo
» Responder