CÂMARA REALIZARÁ AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA DISCUTIR RESULTADO DE AUDITORIA NA FOLHA DE PESSOAL DA PMJ

Hoje, 12/06/19

Diante das inquietações e incertezas por parte de servidores públicos municipais, a Câmara Municipal de Jequié realizará uma Audiência Pública, proposta pelo vereador Soldado Gilvan Santana, com a finalidade de fazer uma ampla abordagem sobre os resultados obtidos pela Auditoria realizada na Folha de Pagamento dos Servidores deste Município por parte da Prefeitura. A Audiência Pública será realizada na Câmara de Vereadores, no dia 19 de junho (quarta-feira), às 9 horas da manhã para a qual estão sendo convidados representações da Prefeitura, Iprej e dos sindicatos que representam os servidores públicos. ASCOM CVJ.

Deixe um comentário:



Captcha


CARLOS MARQUES DE ANDRADE Quinta-Feira, 13/06 às 08:06

CARO PAULO FERNANDES: Você disse tudo em seu acertado comentário. Este péssimo e vingativo Gestor ficou com raiva dos legítimos Servidores Púbicos. Não sabendo ele que infelizmente demos apoio total a este crápula, para depois ele nos prejudicar. O Prefeito seria o Tadeu, que pena que não sabíamos que o Sergio é um irresponsável toxicômano e nem respeita ás ordens do seu pai. Votamos nele porque tínhamos respeito ao empresário, e homem de bem que é seu pai. Ficamos retados com o Deputado Estadual, que deu aporte para ele continuar no poder. Porque uma erva daninha como este Sergio não existe. E o Euclides se acomunou com ele para galgar poder e cargos para seus apaniguados. A prefeitura está loteada e falida porque esta abarrotada de cargos e empregos de puxas sacos de políticos, enquanto o Gestor vai para rádios locais esculhambar o legítimo funcionário público do município. Jequié está a cada dia piorando em todos os aspectos, abandonada pelos políticos de um modo em geral. POBRE JEQUIÉ! SANTO ANTONIO DEVE ESTÁ SOFRENDO, COM A FALTA DE CARINHO E AMOR PELO MUNICÍPIO. QUE VERGONHA!
» Responder

PAULO FERNANDES PEREIRA Hoje, 12/06 às 17:06

INTERNAUTAS: Realmente estamos ansiosos por saber, o porque que foi retirado os direitos já adquiridos por mais de 30 anos as devidas gratificações que era incorporada aos nossos vencimentos, com os respectivos documentos comprobatórios. Simplesmente eles tiveram a ousadia e irresponsabilidade de separar do salário base, onde era incorporado. Ficaria correto se fosse tais gratificações colocadas em tempo atual!, fosse retirado, mais já válido há mais de 30 há 35 anos, é uma afronta ás Leis vigentes do País e contrária á Carta Magna, que reza direitos adquiridos não pode retirar. Ficaremos gratos ao nobre Vereador, por se preocupar com estes desmandos ocorridos nesta nefasta Gestão. A tal Empresa contratada, só pensou em puxar os salários dos funcionários para baixo, não respeitando seus devidos direitos constituídos.
» Responder