Alternativas para recuperação da bacia hidrográfica do Rio de Contas

Sexta-Feira, 21/04/17

Foto: Zenilton Meira
Pensando em requalificar este importante recurso hidrográfico, o secretário de Governo da Prefeitura de Jequié, Jorge Galvão, participou nesta quinta-feira, 20, em Brasília de um encontro com Calvin Creech, engenheiro profissional dos Estados Unidos, que trabalha há cinco anos no Brasil com projetos de infraestrutura hídrica em parceria com o Governo Federal. Ele é especialista em engenharia hidráulica, geomorfologia fluvial e desenvolve projetos para o governo americano. Também participou da reunião Rafael Brito, que é engenheiro civil com larga experiência em estudos e projetos de recursos hídricos e meio ambiente. Juntos, eles trabalharam em um grande projeto para o desassoreamento do canal de navegação do Rio São Francisco. A Prefeitura de Jequié pretende desenvolver um estudo sobre as condições de aproveitamento da bacia do Rio de Contas e, a partir desta análise, colocar em prática o projeto que devolva à cidade todo o potencial de exploração hídrica que o município tem. No encontro em Brasília, ficou acertada uma visita técnica dos especialistas Calvin Creech e Rafael Brito, a Jequié. A intenção é, através de uma análise técnica, coleta de dados e dos estudos realizados, seja desenvolvido um projeto para que Jequié possa ter de volta um Rio de Contas pujante, fonte de vida e orgulho para a população, com os produtores rurais que vivem em sua margem tendo todo o seu poder produtivo explorado, gerando renda e inclusão social.

Deixe um comentário:



Captcha


leitor Sexta-Feira, 21/04 às 20:04

Antes de gastar com altos projetos,a prefeitura deveria evitar a exploração indevida de areia no keito do rio de contas nas proximidades do km04 e cidade nova com extensão da fazenda velha,tráfego de cachambas impactando a mata ciliar e promendo assoreamentos,lançamentos de esgotos domésticos em potencial das residências que ficam nas proximidades do rio de contas,com subsequente eutrofizão ,contribuindo com a qualidade das águas.O que é preciso competência e conhecimento para assumir essa áreas ambiental e não colocar pessoas despreparadas
» Responder

miguel Sexta-Feira, 21/04 às 19:04

A fedentina que vem do rio Jequiezinho, e uma vergonha para cidade e um atentado a saude publica. Um desrespeito da empresa de "saneamento" para com os cidadaos de Jequie e o MP nao podem se omitir, e cobrar da Embasa que ela cumpra sua obrigacao e trate imediatamento o esgoto que jogado diariamento no leito do rio.Uma vergonha!
» Responder

REVOLTA Sexta-Feira, 21/04 às 13:04

A PREFEITURA TEM QUE TOMAR UMA ATITUDE COM O ESGOTO BRUTO QUE ESTÁ SENDO DESPEJADO NO CANAL DO JEQUIEZINHO (ANTIGO RIO DO JEQUIEZINHO). UMA QUANTIDADE ENORME DE ESGOTO ESTÁ ESCOANDO PARA O RIO DE CONTAS VIA ESSE CANAL E O MAU CHEIRO É INSUPORTÁVEL, PRINCIPALMENTE À NOITE E MADRUGADA. A POPULAÇÃO ESTÁ PAGANDO SUAS CONTAS COM OS ABSURDOS 80% DE TAXA DE ESGOTO PARA QUE ELE SEJA TRATADO E PARA QUE TENHAMOS REDE DE ESCOAMENTO. SE ACASO NÃO FOR DA ALÇADA DA PREFEITURA, QUE O ÓRGÃO RESPONSÁVEL SEJA CONTATADO POR MEIO DOS VEÍCULOS DE COMUNICAÇÃO E ENTIDADES DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE. QUE A "SENHORA" EMBASA SEJA PENALIZADA COM RIGOR, POIS NÃO É A PRIMEIRA VEZ QUE ISTO ACONTECE.
» Responder