O grande cerco a Brasília e Você sabia que...

Terça-Feira, 13/03/18



Novamente, Brasília com os seus vícios e pecados políticos em cena. Repete-se aqui pela k-ésima vez: Ou o povo brasileiro cerca Brasília, a cidade de todos os vícios e pecados políticos cometidos pelos políticos-bandidos da chamada “direita canalha” e da “esquerda corrupta até a medula”, ou então nenhuma mudança virá, isto é, nenhum brasileiro de bem verá o despertar da primavera política. E quem são esses políticos-bandidos? Certamente, você leitor, já sabe quem são eles. A imprensa, a mídia, as delações, as provas e os julgamentos em instâncias jurídicas (primeira instância, segunda instância) já os revelaram. Outros questionamentos contundentes e devastadores: Você sabia que o legislativo brasileiro é o mais caro do mundo, e que nenhum político que se diz de esquerda combate esse crime contra a sofrida população brasileira? Você sabia que o judiciário brasileiro também é o mais caro do mundo, e que todos, todos, lá em Brasília, fazem vistas grossas para essa urgia e imoralidade? Você sabia que no Brasil, quarenta e cinco mil e trezentos integrantes dessa política podre têm Foro Privilegiado, enquanto nos Estados Unidos todos, todos, são iguais perante a lei, e que, se o presidente desse país cometer um ato de corrupção passiva ou ativa será julgado pela justiça comum, e que irá para a cadeia sem nenhum problema? Você sabia que, quando o STF estava debatendo sobre o fim do Foro Privilegiado, um ministro nomeado por Lula, mais precisamente o Senhor Dias Toffoli, pediu vista do processo e até hoje não o devolveu para o reinício do debate? Você sabia que o trabalhador brasileiro trabalha quase seis meses só para pagar impostos para sustentar os vícios e os luxos do legislativo, do executivo e do judiciário instalados não só em Brasília, mas também nos estados e em todos os municípios brasileiros? Você sabia que em vários estados da federação, o Partido dos Trabalhadores (PT) já costura alianças com o viciado e corrupto antigo PMDB (exatamente o partido de Michel Temer que os petistas têm prazer de chamar de golpista e coxinha) para as eleições deste ano? Você sabia que, segundo pesquisas recentes, vinte e cinco milhões de jovens brasileiros não têm nenhuma perspectiva de futuro porque estão fora da sala de aula e não estão inseridos no mercado de trabalho? Reflita e vá à luta. Em vez de você ficar fazendo vídeos amadores tolos sobre o Brasil que você quer para a Rede Globo de Televisão, bem como ficar respondendo a pesquisas eleitorais oportunistas sobre os seus candidatos preferidos para presidente, senador, governador, deputado federal e deputado estadual, nas eleições do dia 07 de outubro, que tal se preocupar primeiro em cercar Brasília, para varrer de uma vez por todas todo o lixo fétido da política brasileira que lá se encontra, e para exigir uma nova Constituição, porque a que está em vigor já envelheceu há muito tempo. Eu, por meu turno, Só irei à urna no dia 07 de outubro se antes, juntamente com milhares de brasileiros cercar Brasília. Para radicalizar, já anexei ao meu título de eleitor R$ 3,50 (três reais e cinquenta centavos) para o pagamento da multa. Caso você esteja intencionado em votar, no dia 07 de outubro, em um destes candidatos para presidente: Geraldo Alkmin (PSDB), Rodrigo Maia (DEM), Lula (PT), Michel Temer (MDB), Bolsonaro (PSL), Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (REDE), José Serra (PSDB), João Dória (PSDB), Jaques Wagner (PT), Manuela DÁvila (PCdoB), Henrique Meirelles (MDB), Guilherme Boulos (PSOL), Vera Lúcia (PSTU) etc, MEUS PÊSAMES com todas as letras maiúsculas e o acento circunflexo, porque, com qualquer um deles que seja eleito nada mudará, isto é, o jogo sujo continuará o mesmo e as negociatas infames e traidoras se perpetuarão. Não se iluda. Tudo só mudará quando os explorados e oprimidos saberem usar, com inteligência e dialética, a energia potencial que cada um tem dentro de si.

Professor Jorge Barros

Jorge Barros

Jorge Barros

Professor da UESB, poeta, ator e agitador cultural


Deixe um comentário:



Captcha


revoltado Quarta-Feira, 14/03 às 16:03

Estrangularam a nossa perspectiva política.
» Responder