Hoje a solidão me convidou a dançar

Sexta-Feira, 17/02/17

Hoje a solidão me convidou a dançar

O vazio me inundou

A tristeza pôs-se a cantar



Aquela dor salgada

que na verdade eu nem sentia

Uma dor que nem doía

Parada, inexistente, vazia



Eu que pensei ser amor

ainda o sou

ou já não sei...

Talvez tenha me tornado

a dor



A dor no chão jogada

Chão frio como o resto dela

Frio como a alma



A dor no chão jogada

A dançar, pela solidão

foi convidada

Enquanto canta

a tristeza amargurada



Amanhã a solidão já não me convidará

Encontrará alguém melhor

para dançar

E a tristeza?

Ah! Quem sou eu para ouvi-la

cantar...



Raiana Soares

Raiana Soares

Raiana Soares

Escritora e Colunista do Blog JM


Deixe um comentário:



Captcha